Notas sobre o realismo de Sérgio Ferro e Flávio Império

Palavras-chave: Cenografia, Arquitetura brutalista, Artes plásticas

Resumo

Este texto pretende realizar uma aproximação ao realismo na produção de Sérgio Ferro e Flávio Império. O tema foi abordado através de uma análise geral do conceito, entrelaçando as reflexões dos arquitetos pintores nos anos de 1960, algumas cenografias de Flávio Império para o Teatro de Arena, e o debate crítico sobre arquitetura. Apesar das diferenças entre cada um dos campos, é possível notar uma convergência em torno da cultura artística realista que os autores criticaram em reconhecimento à realidade social brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Contier, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie (FAU-UPM)

Arquiteto urbanista pela FAU-USP (2009), Doutor pelo IAU-USP (2015) e professor de Teoria da História da Arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Organizou o livro “A história da arquitetura vista do canteiro” (GFAU, 2010).

Lívia Loureiro

Cenógrafa, pesquisadora de cenografia brasileira, arquiteta e urbanista pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2006), mestra em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Campinas (2012). Leciona cenografia em cursos livres que visam desvelar os processos de criação do desenho e do espaço.

Referências

ALFIERI, Bruno. João Vilanova Artigas: ricerca brutalista. Zodiac, Milão, n. 6, 1960.

ARGAN, Giulio Carlo. Arquitetura moderna no Brasil [1954], In: XAVIER, Alberto (org.). Depoimentos de uma geração: arquitetura moderna brasileira. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

ARTIGAS, João B. Vilanova. Brazilian Experience. Arkitekten, Arkitektens Forlag, Kopenhagen, ano 4, n. 20, maio 1953.

ARTIGAS, João B. Vilanova. Considerações sobre arquitetura brasileira [1954]. In: Caminhos da arquitetura. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

ARTIGAS, João B. Vilanova. Revisão crítica de Niemeyer. Acrópole, São Paulo, n. 237, julho 1958.

BARDI, Lina. Casas de Vilanova Artigas. Habitat, São Paulo, n, 1, out-dez 1950, Republicado em XAVIER, Alberto (org). Depoimentos de uma geração: arquitetura moderna brasileira. São Paulo: Cosac Naify, 2003.

BILL, Max. A nossa moderna arquitetura. Manchete, Rio de Janeiro, 13 de julho de 1953.

BOAL, Augusto. Ratos e Homens. Texto no programa do espetáculo. São Paulo: Teatro de Arena, 1956. In: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

BOAL, Augusto. Gente como a gente. Texto no programa do espetáculo. São Paulo: Teatro de Arena, 1959. In: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

BOAL, Augusto. Depoimento para o Projeto Arena Conta Arena 50 Anos, ocorrido em 15 de setembro de 2004. In.: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

BONDUKI, Nabil; KOURY, Ana Paula. Das reformas de base ao BNH. As propostas do Seminário de Habitação e Reforma Urbana. Arquitextos, São Paulo, ano 10, n. 120.02, maio 2010. Disponível em www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/10.120/3432.

FERRO, Sérgio. Pintura Nova. Publicado no catálogo da exposição Propostas 65. São Paulo: Fundação Armando Álvares penteado, 1965.

FERRO, Sérgio. Alberto Burri. O arquiteto. São Paulo, n. 1, jan. 1966a.

FERRO, Sérgio. A nova pintura e os símbolos. O arquiteto. São Paulo, n. 2, mar. 1966b.

FERRO, Sérgio. Ambiguidade da pop art: o buffalo II de Rauschenberg. Galeria de Arte Moderna, n. 3, 1967a.

FERRO, Sérgio. Os limites da denúncia. Rex Time, São Paulo, n. 4, 1967b

FERRO, Sérgio. Arquitetura Nova. Teoria e prática, São Paulo, n. 1, 1967c.

FERRO, Sérgio. Enquanto os homens corajosos morrem. aParte, São Paulo, TUSP, n. 1, 1968.

FERRO. Sérgio. A casa popular (1969). Republicado como “A produção da casa no Brasil”. In: Arquitetura e trabalho livre. São Paulo: Cosac & Naify, 2006.

FERRO, Sérgio. Entrevista publicada em CONTIER, Felipe. História da Arquitetura e projeto da história. Desígnio, São Paulo, Annablume, n.11/12, p. 113-126, mar. 2011.

FERRO, Sérgio. Entrevista publicada em GUIMARAES, Andreas; CONTIER, Felipe; LOUREIRO, Lívia. “Flávio Império e as múltiplas facetas de um projeto brasileiro” Entrevista, São Paulo, ano 13, n. 051.01, jul. 2012. Disponível em www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/11.051/4405.

FREIRE, Roberto. Entrevista para o Projeto Arena Conta Arena 50 Anos, ocorrido em 14 de outubro de 2004. In: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

GIEDION, Sigfried. Prefácio [1956], In: MINDLIN, Henrique. Arquitetura moderna no Brasil. Rio de Janeiro: Aeroplano, 1999.

HAMBURGER, Amélia Império. A cenografia do Arena - Flávio Império. Palestra para o Projeto Arena conta Arena 50 Anos. Transcrição da palestra ocorrida em 31 de agosto de 2004. In: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

IMPÉRIO, Flávio. Texto para o programa do espetáculo Pintado de Alegre. São Paulo: Teatro de Arena, 1961. Disponível em www.flavioimperio.com.br/galeria/509981/509990.

IMPÉRIO, Flávio. Uma boa experiência. Texto para o programa do espetáculo Melhor Juiz o Rei. São Paulo: Teatro de Arena, 1963. Disponível em: www.flavioimperio.com.br/galeria/507437/511385.

IMPÉRIO, Flávio. A pintura nova tem a cara do cotidiano, (c.1965). Disponível em www.flavioimperio.com.br/galeria/512786/512791.

IMPÉRIO, Flávio. Depoimento de Flávio Império a Fernanda Perracini Millani. 1975. In: KATZ, Renina e HAMBURGER, Amélia Império (orgs.). Flávio Império. Artistas Brasileiros. São Paulo: Edusp, 1999.

IMPÉRIO, Flávio. Depoimento de Flávio Império a Professora Margot Milleret, Dept. of Spanish & Portuguese, Vanderbilt University, Nashvill, Tennessee, 1985. Editado por Maria Thereza Vargas São Paulo, 2012. Disponível em: www.flavioimperio.com.br/galeria/511162/511163.

KRUSCHEV, Nikita. Rumos da arquitetura soviética. Fundamentos, ano VII, n. 39, nov. 1955.

LIMA, Mariângela Alves. Flávio Império e a cenografia do teatro brasileiro, 1997. In: KATZ, Renina e HAMBURGER, Amélia Império (orgs.). Flávio Império. Artistas Brasileiros. São Paulo: Edusp, 1999.

MAGALDI, Sábato; VARGAS, Maria Thereza. Cem anos de teatro em São Paulo. São Paulo: Editora Senac, 2001.

MIGLIACCIO, Flávio; GERTEL, Vera. Depoimento para o Projeto Arena Conta Arena 50 Anos, ocorrido em 1 de setembro de 2004. In: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

MOSTAÇO, Eldécio. Teatro e política, Arena, Oficina e Opinião. São Paulo: Annablume, 2016.

NIEMEYER, Oscar. Depoimento [1958]. In: XAVIER, Alberto (org). Depoimentos de uma geração: arquitetura moderna brasileira. São Paulo: Cosac Naify, 2003.PEIXOTO, Fernando. Brecht Vida e Obra. São Paulo, Paz e Terra, 1974.

PEIXOTO, Fernando. O legado de um mito. Transcrição de palestra ocorrida em 17 de agosto de 2004. Projeto Arena conta Arena 50 Anos. In: TEIXEIRA, Isabel (Org.). Arena Conta Arena 50 Anos. CD-ROM. São Paulo: Cia. Livre e Cooperativa Paulista de Teatro, 2005.

VARGAS, Maria Thereza. Texto para o programa da exposição Flávio Império em cena. São Paulo: SESC, 1997.

Publicado
2020-12-08
Como Citar
Contier, F. ., & Loureiro, L. . (2020). Notas sobre o realismo de Sérgio Ferro e Flávio Império. arq.Urb, (29), 65-77. https://doi.org/10.37916/arq.urb.vi29.492
Seção
Artigos