Caracterização do entorno das moradias estudantis em Salvador

Palavras-chave: Assistência estudantil, Direito à cidade, Equipamentos urbanos

Resumo

Entendendo a importância da moradia e de sua localização para o acesso a equipamentos básicos, este artigo objetivou mapear e analisar o entorno das moradias estudantis em Salvador. Foi priorizada a análise dos equipamentos de saúde e estabelecimentos comerciais do tipo farmácia, mercado e reprografia. A pesquisa iniciou-se com o entendimento da política de assistência estudantil no Brasil especialmente em Salvador. Foram realizados levantamentos, mapeamentos e visitas in loco das moradias. A primeira análise considerou a acessibilidade destes estudantes à UFBA, a partir da distância entre essas moradias e a referida instituição, a segunda análise foi com relação à presença dos equipamentos, acima citados, no entorno das moradias estudantis, para isso, foram estabelecidos raios de caminhabilidade que indicavam a distância média confortável para alcançar os equipamentos. Pode-se concluir que a maioria das moradias estudantis em Salvador encontrava-se em contextos urbanos com boa oferta dos equipamentos analisados e que a política de assistência estudantil deve levar em consideração, para além da qualidade da moradia, sua localização, visando ao acesso dos estudantes a equipamentos urbanos, e consequentemente contribuindo para o direito à cidade desses indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Sacramento, Universidade Federal da Bahia

Graduanda em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Bolsista de Iniciação Científica no grupo de pesquisa Lugar Comum da Faculdade de Arquitetura da UFBA, no qual desenvolveu pesquisa sobre moradia estudantil e atualmente pesquisa sobre a mobilidade urbana dos estudantes.

Yuri Oliveira, Universidade Federal da Bahia

Bacharel Interdisciplinar em Artes pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e graduando em Arquitetura e Urbanismo pela UFBA. Bolsista de Iniciação Científica no grupo de pesquisa Lugar Comum da Faculdade de Arquitetura da UFBA, no qual desenvolve atualmente pesquisa sobre o perfil socioeconômico do estudante contemplado com o auxílio transporte.

Aline Barroso, Universidade Federal da Bahia

Arquiteta e urbanista pela Universidade Federal do Ceará, Mestre em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Doutora em Urbanismo e Ordenação do Território pela Universidad Politécnica de Madrid, professora adjunta da Faculdade de Arquitetura da UFBA e professora colaborada no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPGAU).

Mayara Araújo, Universidade Federal da Bahia

Bacharela em Urbanismo pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Mestre e Doutora em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), professora adjunta da Faculdade de Arquitetura da UFBA.

Referências

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS DIRIGENTES DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR. V Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos (as) Graduandos (as) das IFES. Uberlândia, 2019. Disponível em: http://www.andifes.org.br/wp-content/uploads/2019/05/V-Pesquisa-do-Perfil-Socioecono%CC%82mico-dos-Estudantes-de-Graduac%CC%A7a%CC%83o-das-U.pdf. Acesso em: 28 nov. 2019.

BAUMGARTNER, Wendel Henrique. A recente expansão das universidades federais no Brasil e os impactos no espaço urbano de cidades médias da Bahia. In: XIV Simpósio Nacional de Geografia Urbana: Perspectivas e abor-dagens da Geografia Urbana no século XXI, set. 2015, Fortaleza.

CASTELLO, Iara Regina. Bairros, loteamentos e condomínios: elementos para o projeto de novos territórios habitacionais. 1. ed. Porto Alegre: Edito-ra UFRGS, 2008. 206 p.

COSTA, Gerson Carlos de Oliveira; OLIVEIRA, Pedro de. Moradias Estudantis: Uma política pública na consolidação do Direito à Cidade. In: urbBA[12]: A produção da cidade e captura do público: que perspectivas?, nov. 2012, Salvador. Disponível em: http://urbanismonabahia2012.blogspot.com/p/anais.html. Acesso em: 28 nov. 2019.

CUNHA, Eudes Oliveira. Implementação da política de permanência de es-tudantes na Universidade Federal da Bahia. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24870. Acesso em: 28 nov. 2019.

GOOGLE. Google Maps. Disponível em: https://www.google.com.br/maps. Acesso em: set. 2019.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA. Atendimento ao cidadão. Disponível em:

http://www.saude.ba.gov.br/atencao-a-saude/comofuncionaosus/. Acesso em: mai. 2019.

IMPERATORI, Thaís Kristosch. A trajetória da assistência estudantil na educa-ção superior brasileira. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 129, p. 285-303, mai./ago. 2017, Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sssoc/n129/0101-6628-sssoc-129-0285.pdf. Acesso em: mar. 2018.

DELGADO, Juan Pedro Moreno. Pontos Notáveis. Salvador, 2019. Banco de dados em KML.

LEFEBVRE, Henri (1968). O direito à cidade. Tradução: Rubens Eduardo Fri-as. 5. Ed. São Paulo: Centauro, 2001. 146 p.

SANTOS, Elisabete. et al. (orgs.). O Caminho das Águas em Salvador: Baci-as Hidrográficas, Bairros e Fontes. Salvador: CIAGS/UFBA; SEMA, 2010. 486p. Disponível em: http://www.meioambiente.ba.gov.br/arquivos/File/Publicacoes/Livros/caminhodasaguas.pdf. Acesso em: mai. 2019.

SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DA PREFEITURA DE SALVADOR. Mapa da Saúde. Disponível em: http://www.saude.salvador.ba.gov.br/mapa-da-saude/. Acesso em: mai. 2019.

TRINDADE, Thiago Aparecido. Direitos e cidadania: reflexões sobre o direito à cidade. Lua Nova, São Paulo, n.87, p.139-165, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ln/n87/07.pdf. Acesso em: jun. 2018.

Publicado
2021-04-07
Como Citar
Sacramento, S., Oliveira, Y., Barroso, A., & Araújo, M. (2021). Caracterização do entorno das moradias estudantis em Salvador. arq.Urb, (30), 143-153. https://doi.org/10.37916/arq.urb.vi30.453
Seção
Artigos