Representações do Pavilhão da Alemanha de Mies van der Rohe, 1929

Palavras-chave: Representação da arquitetura, Fotografia, Perspectiva gráfica, Lógica visual, Arquitetura Moderna

Resumo

O artigo discute o Pavilhão da Alemanha, obra de Mies van der Rohe, projetado e construído para a Exposição Internacional de Barcelona, de 1929. Especificamente, analisa e reflete sobre possibilidades interpretativas que as representações fotográficas oficiais do pavilhão têm oferecido desde sua divulgação, seja a partir de comentários de especialistas e historiadores (que as comentam até nossos dias), seja sob novas óticas (a da lógica visual, por exemplo), relativas às representações gráficas (principalmente a da perspectiva) e a sua influência na construção das imagens de divulgação do conhecido edifício, assim como de sua percepção significativa e expressiva, que há décadas vem sendo mediada por essas imagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Guillermo Vázquez Ramos, Universidade  São  Judas Tadeu

Doutor em Arquitetura, Docente Permanente e coordenador do Programa de Pósgraduação stricto sensu emArquitetura e Urbanismo da Universidade São Judas Tadeu.

Publicado
2020-08-03
Como Citar
Vázquez Ramos, F. G. (2020). Representações do Pavilhão da Alemanha de Mies van der Rohe, 1929. arq.Urb, (28), 91-108. https://doi.org/10.37916/arq.urb.v28i.438
Seção
Artigos